14 de novembro de 2019
MIPC/PE visita Delegacia de Agrestina (PE)

MIPC/PE visita Delegacia de Agrestina (PE)

Objetivo é divulgar a entidade classista e demonstrar seus esforços para unir a categoria.
.
Durante as visitas, MIPC/PE apresenta os mais de 200 convênios da associação.
.
11.01.2013
.
A diretoria da Associação Movimento Independente dos Policias Civis de Pernambuco (MIPC/PE) acaba de visitar a Delegacia de Agrestina, cidade localizada no Agreste Pernambucano. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população da cidade é de aproximadamente 23 mil habitantes.
.
O objetivo é divulgar a entidade classista e demonstrar seus esforços para unir a categoria, realizar um diagnóstico das unidades policiais e, ainda, explanar sobre os problemas e as soluções do Plano de Cargo, Carreira e Vencimentos dos servidores. Além disso, durante as visitas, o MIPC/PE pretende difundir os mais de 200 convênios da associação, entre eles: Plano de saúde UNIMED NACIONAL, sem coparticipação, com boleto bancário e 42% de desconto; Banco ALFA, que oferece as melhores taxas para empréstimo consignado e Plano Odontológico ORTOCLIN, com o menor valor e a melhor qualidade no atendimento.
.
Nas visitas, os policiais ainda aproveitam para esclarecer as dúvidas sobre o suposto “novo enquadramento” das progressões, que deveriam ser anuais, além de saber mais informações sobre o andamento do Decreto da “Lei Orgânica”, que trata da proibição de acumular os cargos de polícia com o de professor, aprovado com o consentimento do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol).
.
Diego Soares, presidente do MIPC/PE destaca a importância dessas visitas às unidades de polícia de Pernambuco. “Nosso intuito é percorrer todas as unidades até o primeiro semestre deste ano, apresentando a associação, as perspectivas salariais, além de elucidar as dúvidas dos policiais, que são carentes de informações. Hoje, o MIPC/PE já é a segunda maior entidade classista dos policiais civis de Pernambuco. Nossa meta é lograr para o primeiro lugar no próximo ano e, assim, representar toda a categoria nas negociações salariais, já que o sindicato, por não possuir carta sindical, não representa a classe, somente os seus sindicalizados”, diz.
.
Ainda durante as visitas, a diretoria da associação realiza um diagnóstico das unidades policiais. A intenção é confeccionar um relatório, que será entregue a representantes do Poder Judiciário, Procuradoria do Trabalho, Imprensa Nacional e Internacional e do Governo. Pernambuco está na iminência de receber a Copa das Confederações, com grandes delegações e o MUNDO necessita conhecer as condições de trabalho que os policiais civis são submetidos.
.
Associados – Na unidade policial de Agrestina estão associados o escrivão de polícia Flavio Marcus Correia, e os agentes de polícia, Carlos Henrique da Silva Lima, Paula Pessoa Felix, Washington Roberto Dos Santos, Eduardo Henrique Wanderley.
DIAGNÓSTICO
PONTOS POSITIVOS
PONTOS NEGATIVOS
Viaturas policiais em número suficiente.
Estrutura física necessita de melhoras, como pintura e construção de um banheiro feminino.
Reduzido efetivo policial, o que dificulta os serviços cartorários, além de prejudicar as investigações policiais.
-
Acúmulo de objetos apreendidos, o que agrava a insalubridade do local.
-
Acúmulo de procedimentos policiais, como inquéritos e requisitórios.
-
Ausência de alojamento feminino.
-
A unidade policial possui um laudo de interdição, pois a caixa d’água está danificada e causou infiltrações nas paredes. Há risco de desabamento.

Sobre ASPOL/PE

ASPOL/PE
Escreva uma minibiografia para constar no seu perfil. Essas informações poderão ser vistas por todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top